Polícia do Piauí investiga fotos de garota ostentando armas na web
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 03/06/16
Comments 0

Polícia do Piauí investiga fotos de garota ostentando armas na web

A Polícia Civil de Teresina investiga uma adolescente que publicou fotos em redes sociais exibindo armas e muito dinheiro. Nas imagens, a garota aparece exibindo uma pistola de uso restrito das Forças Armadas e segurando várias cédulas de dinheiro.

Segundo a polícia, as investigações ainda estão em andamento, mas já revelaram que a adolescente não estaria apenas se exibindo.”Ela tem envolvimento com a venda de drogas e seria irmã de um criminoso da região do bairro Promora, Zona Sul de Teresina”, afirmou um investigador, que prefere não se identificar.

O investigador adverte para a publicação de imagens com dinheiro e armamento na internet. Segundo ele, quem publica essas imagens responderá pelos crimes: de apologia e associação.

A Delegacia de Repressão a Crimes Virtuais  no Piauí realiza um monitoramento nas redes sócias em busca de pessoas que cometem estes tipos de crimes. Os investigadores fazem o que chamam de ronda virtual. Eles monitoram, por exemplo, páginas suspeitas em redes sociais e  vão atrás de quem ostenta fotos com armas, drogas e símbolos de facções criminosas.

G1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍCIA

Defensor público preso por cobrar propina acusa a secretária e se diz inocente

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (19), o delegado Carlos César Camelo, presidente do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), informou que o defensor público Adriano Moreti

POLÍCIA

PRF alerta trechos perigosos nas BR’s do Piauí

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está realizando a ”Operação Integrada Rodovida” com o intuito de minimizar acidentes de trânsito em trechos considerados mais críticos do Piauí, durante este fim de

POLÍCIA 0 Comments

Promotor explica esquema criminoso de Emir Martins

O Promotor de Justiça Rômulo Cordão, Coordenador do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público (Gaeco) concedeu entrevista na manhã desta segunda-feira (24) e falou sobre a